O projecto – Smarter Portugal – intelligence for tourism que surge no âmbito do curso de pós-graduação em Business Intelligence resultado da parceria entre o Instituto Politécnico de Tomar (IPT) com a SoftINSA/IBM vocacionado para o desenvolvimento de uma solução inteligente e inovadora para a indústria do Turismo, foi selecionado para participar na 28ª edição da BTL – Bolsa de Turismo de Lisboa, que decorre de 2 a 6 de março, na FIL/Parque das Nações.

Smarter Portugal – intelligence for tourism, um projeto de Business Intelligence ao serviço do turismo, consiste na avaliação do turismo, na perspetiva da relação Procura – Território, através da recolha de dados de forma automática e não intrusiva, recorrendo a tecnologias de redes wireless (wi-detection) e tecnologia de beacons (b-place) suportadas numa aplicação móvel e numa plataforma online.

Este projeto é consubstanciado através do armazenamento dos dados recolhidos numa base de dados central, que permite caracterizar os utilizadores e conhecer os seus hábitos, gerar relatórios em tempo real e exportar os dados. Em sentido mais restrito, a wi-detection baseia-se na recolha de dados não pessoais, tratando-se de uma solução não intrusiva, enviados pelos smartphones durante o acesso às redes Wi-Fi; enquanto a solução b-place requer o envolvimento do visitante promovendo informação turística e cultural e produtos multimédia de entretenimento e de lazer, permitindo a classificação do local, bem ou serviço atribuída pelo visitante.

Uma das mais valias deste projecto tem a ver com o uso das melhores plataformas de análise de dados e de tendências (IBM Watson e IBM Cognos Analytics). Relatórios de vários tipos, inclusivamente em tempo real serão disponibilizados aos decisores para suporte a uma definição estratégica coerente e consequente para o turismo.

O projeto “Smarter Portugal – intelligence for tourism” distingue-se, igualmente, pela interação e integração de aplicações móveis já existentes, pela disponibilização de conteúdos turísticos e culturais (filmes de curta duração, descrições escritas, entre outros), pela criação de jogos temáticos de diferentes níveis de interação, entre outras particularidades inovadoras e eficientes. Atualmente encontra-se a ser estruturado e validado para a sub-região do Médio Tejo, com a colaboração e o acompanhamento institucional da Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo.

Para as áreas técnicas e científicas presentes no projeto, o recém criado Laboratório de Turismo do Instituto Politécnico de Tomar (L-tour.ipt) participa neste projeto, através da sua equipa de Desenvolvimento de Produto, que com a colaboração dos Ciclos de Estudos Superiores em Turismo do IPT, contribui com a componente de validação concetual e operacional técnico-científica no domínio do Turismo.

Segundo a organização da BTL – Bolsa de Turismo de Lisboa, evento de referência para a indústria turística nacional e internacional, o “Smarter Portugal – intelligence for tourism” foi selecionado para o certame e disposto numa localização específica, Espaço Startups e Inovação, em que o público-alvo será principalmente empresarial “pelo seu potencial / fase de maturidade / adequação ao mercado”.